Objetivo

Classificar os pilotos de kart indoor, de acordo com seus resultados apresentados em cada competição previamente cadastrada, através dos critérios de um sistema de pontuação a ser detalhado ao longo deste documento.

Artigo 1º: Das competições contempladas

§ 1º – Poderá concorrer ao corpo de competições que compõem o Ranking, toda competição que atender aos seguintes requisitos:

  • R1 – ser realizada integralmente no Brasil;
  • R2 – ser realizada integralmente aos sábados, domingos ou feriados;
  • R3 – ser realizada integralmente no período de até 48 horas, a contar da data inicial do evento.

§ 2º – O corpo de competições que compõem o Ranking está descrito no Artigo 2º, § 6º deste documento.

§ 3º – Interessados em ter suas competições incorporadas ao Ranking, deverão entrar em contato através do próprio site, apresentando o seu projeto para avaliação do PKI.

Artigo 2º Do Sistema de Pontuação

§ 1º – O sistema de pontuação do Ranking consiste em duas fases: o cálculo e a apuração das pontuações, mediante os seguintes critérios:

  • C1 – Pontuação de referência;
  • C2 – Decaimento da pontuação;
  • C3 – Equivalência matemática entre as posições;
  • C4 – Faixa percentual da competição;
  • C5 – Atualidade do resultado;
  • C6 – Resultados Contemplados.

§ 2º – Convencionou-se que a pontuação de referência para o cálculo de todo o sistema inicia-se em 2000 pontos, sendo esta a pontuação máxima que uma categoria poderá receber.

§ 3º – Entende-se como piloto ativo aquele que correu pelo menos uma bateria na categoria em questão.

§ 4º – O decaimento da pontuação segue um padrão que contempla categorias com até 125 posições, onde o 1º colocado recebe 2000 e o último somente 1 ponto. Caso a quantia de pilotos ativos ultrapasse este número, será atribuído aos excedentes, o mesmo valor da 125ª posição. Nos casos em que a quantidade de pilotos ativos for menor que 125, o decaimento será distribuído pela mesma, sofrendo os ajustes conforme o critério de equivalência entre posições.

§ 5º – Quanto maior a quantidade de pilotos ativos de uma categoria, maior será o valor atribuído a cada posição da mesma, limitado aos 2000 pontos descritos no § 4º deste artigo. Uma fórmula é responsável por calcular a equivalência matemática entre as posições de categorias com quantidades diferentes. O piloto poderá pedir a revisão do seu resultado, caso julgue necessário, através do formulário de contato do site.

§ 6º – A faixa percentual de uma competição é definida de acordo com a Estrutura Organizacional do Ranking, respeitando:

  • A representatividade da(s) organização(organizações) envolvida(s);
  • A grandiosidade do evento perante os demais realizados pela(s) organização(organizações);
  • Grau de aceitação dos pilotos.

Organização: AMIKA

Hierarquia Nome Faixa Percentual
Evento Principal Festival Brasileiro 100%
Evento Secundário Torneio de Verão 75%
Evento Secundário Torneio de Inverno 75%

Organização: Agência 46

Hierarquia Nome Faixa Percentual
Evento Principal Copa Brasil 75%
Evento Secundário Summer Cup 50%

Organização: Kartline Brasil

Hierarquia Nome Faixa Percentual
Evento Principal Final Brasil A definir
Evento Secundário PB Open 37,5%
Evento Secundário MG Open  37,5%
Evento Secundário DF Open 37,5%
Evento Secundário RJ Open 37,5%
Evento Secundário SC Open 37,5%
Evento Secundário SP Open 37,5%

Organização: Ferrari Kart

Hierarquia Nome Faixa Percentual
Evento Principal CBKA 75%

Organização: RBC Racing

Hierarquia Nome Faixa Percentual
Evento Principal GP Brasil 75%

Organização: Kartódromo de Betim

Hierarquia Nome Faixa Percentual
Evento Principal Kart Challenge Brasil 75%

Organização: RA Racing

Hierarquia Nome Faixa Percentual
Evento Principal Festival Sul Brasileiro de Kart Indoor A definir
Evento Secundário RA Racing Cup 37,5%

Organização: Karteiros

Hierarquia Nome Faixa Percentual
Evento Principal Interkart Challenge 37,5%

Organização: KFF

Hierarquia Nome Faixa Percentual
Evento Principal Seletiva Fórmula Inter 37,5%

Organização: Fãs de Kart

Hierarquia Nome Faixa Percentual
Evento Principal Copa Verão de Kart Amador 25%

§ 7º – Todo resultado conquistado está sujeito ao ajuste de atualidade, conforme os padrões listados a seguir:

  • Última edição da competição: 100% do valor;
  • Penúltima edição da competição: 95% do valor originalmente calculado;
  • Antepenúltima edição da competição: 90% do valor originalmente calculado.

§ 8º – Para ser contemplado no ranking, cada resultado do piloto deverá atender a todos critérios pré-estabelecidos. A saber:

  • Todos os critérios a seguir estão limitados a um espaço de tempo passado de no máximo 3 anos (desconsiderando-se os meses). Ex: 2017-3 = 2014 (ok), 2013 fora;
  • Serão consideradas somente as 3 últimas edições de cada torneio realizado;
  • Serão consideradas as 6 maiores pontuações de cada piloto. Pilotos com menos de 6 resultados somarão 0 em cada um dos resultados faltantes;
  • Cada piloto poderá somar no máximo 3 resultados de uma mesma competição. Ex: Se um piloto correu o Torneio de Inverno na categoria pesados em 2013 e 2014, e em 2015 correu nas categorias geral e pesados, será obrigado a descartar o pior dentre estes 4 resultados, entrando outro, necessariamente conquistado em outra competição, em seu lugar.

§ 9º – Os resultados conquistados em categorias exclusivas para pilotos iniciantes, terão sua faixa percentual, descrita no § 6º deste artigo, reajustada em 1/3 da pontuação original.

Artigo 3º: Do poder de decisão do Portal do Kart Indoor

O Portal do Kart Indoor se reserva o direito de alterar este regulamento, a qualquer momento, se assim julgar necessário, para a evolução do Ranking.

Artigo 4º: Do Rankeamento

O piloto que tiver mais pontos computados, será o líder do ranking, o segundo, vice-líder, e assim sucessivamente.